História da Rússia

Nos primeiros séculos da Era Cristã, os territórios da atual Rússia eram ocupados por eslavos, hunos, godos e outros povos.

Após um período de dominação mongol, dos séculos 13 ao 15, o Principado de Moscou emergiu gradualmente, incorporando os principados vizinhos.

No início do século 17, a dinastia Romanov continuou essa política de expansão em direção à Sibéria. Sob a liderança de Pedro I (de 1682 a 1725), os domínios foram estendidos até o Mar Báltico e o País foi rebatizado como Império Russo. No século 19, novas incorporações territoriais foram feitas na Europa e na Ásia. A Rússia tornou-se o maior país do mundo.

Em 1812, Napoleão invadiu a Rússia e sua derrota foi o início do fim do Império Francês.

No início do século 20, a derrota na guerra com o Japão contribuiu para a Revolução de 1905, que resultou na formação de um parlamento e outras reformas. As derrotas do exército russo na Primeira Guerra Mundial e tumultos generalizados nas principais cidades russas, resultaram na derrubada da família imperial, em 1917.

Os comunistas, sob a liderança de Vladimir Lenin, tomaram o poder logo depois e formaram a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). Seu sucessor, Josef Stalin fortaleceu o regime comunista.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Rússia foi arrasada pelos alemães, mas não derrotada. Os nazistas foram vencidos em Stalingrado. Stalin investiu tudo na defesa da cidade que levava seu nome. A derrota dos nazistas foi um ponto de inflexão na Guerra e os Aliados começaram a ganhar terreno.

No final anos '50 e início dos '60, os soviéticos eram vistos, por muitos, como os mais avançados do Planeta. Lançaram o Sputnik, em 1957, o primeiro satélite artificial, e mandaram o primeiro homem ao espaço, em 1961.

O aparente sucesso do regime soviético fortaleceu os ideais comunistas em todo o mundo, inclusive no Brasil. O que não muitos sabiam era que esse sucesso era embasado no terror, ao um custo de milhões de vidas e da exploração do povo, em benefício da propaganda do regime.

Stalin provavelmente inspirou-se no regime de terror de Robespierre e terminou como o líder francês, enviado à morte pelos demais membros da Convenção Nacional, pois temiam serem os próximos na lista da guilhotina. Tudo indica que Stalin foi envenenado por seus companheiros, que também temiam serem enviados à morte. Os horrores de Stalin foram denunciados por Nikita Kruschev, seu sucessor.

Nos anos '70, sob a liderança de Brejnev, a realidade da economia soviética começou a desmascarar-se. O regime estava estagnado. Alguns russos não perdiam o humor, dizendo: o governo faz de conta que nos paga e nós fazemos de conta que trabalhamos. Brejnev era mais respeitado pela dimensão de suas sobrancelhas que por suas realizações.

Em 1985, Mikhail Gorbachev assumiu a liderança da URSS e iniciou a glasnost (abertura) e a perestroika (reestruturação), na tentativa de modernizar o comunismo, mas o mastodôntico império soviético já era um doente em fase terminal. Em 1991, a URSS desmantelou-se.

Após um período de forte crise econômica, a Rússia vem dando passos largos em sua reestruturação, com um regime semi-autoritário, centralizado e eleições.

 

 

Stalin levou a antiga URSS à liderança tecnológica pelas esporas do terror.

 

Mapa Russia
Pedro Grande

 

História

 

Pedro, o Grande (1630-1725) criou as bases para o Império Russo (tela de Paul Delaroche).

 

 

Stalin

 

Copyright © Guia Geográfico - Países Europeus, Informações históricas.

 

 

 

 

 

Historia Russia

 

Russia

 

Por Jonildo Bacelar